O sector da indústria cultural e criativa é um dos sectores mais dinâmicos da Europa, composto por empresas altamente inovadoras e que contribui com aproximadamente 2,6% para o PIB da UE.

É um setor com alto potencial de crescimento e oferece empregos de qualidade a mais de 5 milhões de pessoas.
Para a maioria dos indivíduos criativos que desenvolvem um novo produto ou ideia, o foco está firmemente colocado no que ele pode fazer; como pode ser usado; o que faz de diferente.

Embora todos estes sejam pré-requisitos essenciais para qualquer negócio potencial futuro, de igual importância são questões como:
  • Quem é a equipa de gestão por trás do negócio?
  • Qual é o modelo de negócio proposto?
  • Como a propriedade intelectual será protegida?
  • O produto ou a ideia tem potencial escalável?

Assim, embora ter a ideia certa possa levá-lo ao meio do caminho para o sucesso, isso só o ajudará na metade do caminho, já que as habilidades essenciais de gestão de negócios também são necessárias.


Embora as capacidades individuais, como criatividade, motivação e poder de persuasão, sejam frequentemente consideradas como atributos-chave que impulsionam novos empreendimentos, é o casamento dessas habilidades com a perspicácia empresarial que, em última análise, traz sucesso.

Parcriros do projeto

O consórcio SHADOWS inclui 9 organizações parceiras de 8 diferentes Estados-Membros da UE:

  • Municipio de Lousada (PT);
  • Universidade de Paderborn (Alemanha);
  • Creative Exchange UK (Reino Unido);
  • Meath Community Rural & Social Development Partnership (Irlanda);
  • Universidade de Pitesti (RO);
  • Future In Perspective (Irlanda);
  • INNEO-Studio Tworczego Rozwoju (PL);
  • Innoventum Oy (FI)
  • Universidade Europeia do Chipre (CY).

Estas organizações uniram-se para desenvolver o primeiro currículo de empreendedorismo direcionado e à medida da Europa para licenciados que iniciam uma carreira no setor da indústria cultural e criativa.

O novo currículo proposto incluirá todos os módulos normais de desenvolvimento de empreendedorismo que serão complementados por um conjunto de módulos específicos do setor que abordam assuntos como:

  • apresentar o empreendedor cultural e criativo e a sua equipe de gestão
  • apresentar a oportunidade de investimento oferecida, ao mesmo tempo em que alivia medos e preocupações do investidor/financiador;
  • demonstrar que tem um modelo de negócios relevante e robusto;
  • apresentar a escalabilidade do seu produto ou ideia de industria criativa e apresentar uma avaliação de mercado real que resista ao escrutínio;
  • proteger a sua propriedade intelectual e gerenciar ativos de propriedade intelectual;
  • internacionalizar o seu negócio.

O projeto SHADOWS decorre entre setembro de 2016 a setembro de 2018.

Poque não seguir-nos no Facebook para manter-se atualizado com os desenvolvimentos à medida que o projeto progride.

Ainda melhor, registar-se no nosso portal de e-learning para aceder os novos materiais de formação assim que estiverem disponíveis.